Avaliação/Venda de Coleções

 

Se você tem interesse em avaliar alguns selos, ou mesmo uma coleção, deve entrar em contato com algum clube ou comerciante filatélico. Os clubes, geralmente, têm catálogos com cotações dos selos do mundo todo e sempre tem algum sócio disposto a colaborar e orientar, ou até mesmo avaliar a coleção. Os comerciantes filatélicos têm experiência para analisá-la e dar um parecer sobre o quanto valem. Infelizmente, não é possível fazer avaliações pela internet, pois o material precisa ser analisado ‘ao vivo’, haja vista que o valor de um selo muitas vezes tem diferenças significativas conforme o estado de conservação, cuja análise fica impraticável tendo somente a descrição ou imagem.
A relação das entidades filatélicas brasileiras você encontra no site dos Correios, na página http://blog.correios.com.br/filatelia/?page_id=16171.
Outra relação bastante útil é a das Agências Filatélicas dos Correios, nas quais você encontrará funcionários especializados em atendimento filatélico e estes poderão lhe indicar clubes, comerciantes ou colecionadores que poderão colaborar na avaliação: http://blog.correios.com.br/filatelia/?page_id=4949.
Já os comerciantes filatélicos, você encontrará a relação dos membros da Associação Brasileira dos Comerciantes Filatélicos no site www.abcf.net.br.

Para vender uma coleção de selos, tem várias alternativas:

1) achar algum colecionador que queira comprar o lote todo. Esta é a mais improvável, pois a maioria dos colecionadores gosta de ir comprando aos poucos para formar suas coleções.

2) dividi-la em lotes e colocar esses lotes em consignação em alguma “Venda Sob Oferta” de algum comerciante que faça esse tipo de trabalho. Existem alguns em Brasília, Rio e São Paulo. Vantagem: pode pegar um preço melhor por ela. Desvantagem: incerteza e demora no negócio.

3) separar tudo isso em pequenos lotes, ou até mesmo séries, no caso das mais valiosas, escanear e colocar à venda em sites de leilão na internet (o melhor é o Mercado Livre: http://www.mercadolivre.com.br). Vantagem: é a venda com melhor retorno financeiro, dessa maneira pegaria os melhores preços. Desvantagem: a grande mão-de-obra que dá colocar o material à venda, administrar as negociações e enviar as encomendas aos compradores.

4) oferecer o lote todo a algum comerciante filatélico. Vantagem: não teria nenhuma dor de cabeça e teria a venda mais rápida. Desvantagem: com certeza, seria a maneira de vender pelo menor preço, pois o comerciante pagaria menos do que vale, para poder revender.

E uma observação, se pretende vender seus selos: não se anime tanto com as cotações dos catálogos. Para você ter uma idéia, o material que tenho em meu site geralmente está sendo vendido com 30 a 50% de desconto sobre o catálogo, que é, mais ou menos, o preço praticado pelo mercado, salvo raríssimas exceções. E se você for vender a coleção toda para um comerciante, com certeza lhe pagarão algo em torno de 10 a 15% do catálogo, pois a mão-de-obra para classificá-los para venda é muito grande, além do material que será descartado por apresentar defeitos ou, ainda, a parte de uma coleção (geralmente a maioria) de selos que existem em abundância no mercado e que somente serão vendidos em lotes, por preços ínfimos.

Finalizando: A FILATELIA77 não compra coleções e nem faz avaliações. Por trabalharmos com uma estrutura muito enxuta (apenas duas pessoas), adquirimos nosso material somente nos Correios ou em comerciantes atacadistas, já avaliados e classificados, para agilizar nossos processos.

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: