5 de março: Dia do Filatelista Brasileiro

Segue abaixo mensagem enviada pela Gerência de Filatelia dos Correios alusiva ao Dia do Filatelista Brasileiro, comemorado no dia 5 de março.
Tenho minhas críticas ao teor da mesma, mas que deixarei para a próxima edição…

Cumprimentamos os colecionadores de selos brasileiros pelo seu dia, assim como todos os colegas dos Correios cujas atividades estão ligadas à criação, produção e venda de selos.
Embora a cultura do mundo contemporâneo continue recebendo cada vez mais tecnologia, e-mails e mensagens de texto tenham substituído a maioria das correspondências, têm havido um significativo “renascimento” pelo interesse na coleção de selos desde aproximadamente 2005.
Há uma série de possíveis explicações para esta tendência ascendente. Mesmo com a tecnologia progredindo, houve um aumento na popularidade de cartas escritas à mão.  Curiosamente, a Internet tem ajudado esta tendência, incentivando a prática dos “Pen-pal” (amigos por correspondência). “Web sites” surgiram em números consideráveis, e sites de troca de cartão postal, como “Post Crossing”, tornaram possível  que pessoas se conectem ao enviar uns aos outros, pelos correios, milhões de peças filatélicas manuscritas – algo que temiam que o e-mail poderia extinguir e o colecionismo de selos nunca previu.
A tecnologia moderna está inspirando as Administrações Postais a criar selos mais interessantes, com os quais nunca imaginamos no passado. Os Correios do Brasil emitiram selos com aroma, como café (Café do Brasil, 2001) ou mel (Abelhas Brasileiras Melíponas, 2015); selos com hologramas (Golfinhos do Brasil – 500 Anos de Fernando de Noronha, 2003); selos em 3D (Bloco Entrega da Bandeira Olímpica e Paralímpica, 2012), selo em tecido (Centenário do Sport Clube Corinthians Paulista, 2010), relevos, tintas especiais, micro letras, talho doce entre outras técnicas.
A tecnologia, também, ajudou a aproximar o mundo. À medida que novos mercados em desenvolvimento na África e Ásia tornaram-se mais abertos e acessíveis, tem havido um crescimento explosivo na popularidade do colecionismo de selos em lugares como a Índia, Indonésia, Tailândia e a República da China. A procura por selos e por coleções de selos dessas “novas economias” também contribui para alimentar um interesse crescente no colecionamento de produtos diferenciados.
Em muitos aspectos, o hobby retornou às suas “raízes”: os investidores estão em grande parte desaparecidos e foram substituídos por pessoas que simplesmente estão colecionando selos “por diversão”.  Se você já considerou colecionar selos – ou costumava fazer, e abandonou a sua coleção – saiba que nunca houve um melhor momento para voltar a se envolver com esse assunto.  Pense nisso e parabéns pelo seu dia!

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: