Arquivo do autor:filatelia77

Balanço de Ano Novo

Todo início de ano faço um balanço, a minha análise pessoal sobre o que terminou e esperanças para o que está iniciando.
Confesso que pensei em não fazer neste, pois o meu otimismo está muito baixo, talvez o menor desde que iniciei no comércio filatélico, há vinte anos.
Mas vamos lá…
Para a Filatelia77 o ano que terminou foi ótimo. Atingimos a quantidade de 370 assinantes cadastrados das novas emissões do Brasil. Iniciamos os leilões no site Leilões.BR. Mudamos de endereço em novembro, agora melhor instalados. Só não foi um ano melhor por causa dos nossos Correios, que deixaram muito a desejar.
Começo as críticas com o assunto do ano: o bloco Mackenzie, cuja venda à instituição homenageada de 2/3 da tiragem, deixando a comunidade filatélica na mão (matéria nesta edição), provocou uma onda de reclamações por parte dos colecionadores, aos quais faço coro – pela primeira vez em 16 anos do nosso serviço de assinaturas, deixei de fornecer uma emissão aos assinantes.
Como efeito cascata, o bloco 150 Anos da Lei do Ventre Livre também esgotou rapidamente. Depois do que aconteceu com o bloco Mackenzie, alguns especuladores varreram o Brasil e compraram tudo que acharam deste. Não foi difícil esgotar: tiragem de somente 10.000 blocos, com apenas 7.400 indo para o comércio filatélico. Argumentei com quem gerencia a Filatelia nos Correios que tiragens baixas assim são perigosas, fáceis de especulações por parte de aproveitadores. Mas não fui convincente o suficiente. Estão determinados a diminuir cada vez mais as tiragens, não se importando com a comunidade filatélica.
E os selos personalizados? Sei que muitos não os colecionam, mas do outro lado também muitos passaram a coleciona-los nos últimos anos. Tivemos 45 em cada um dos dois anos anteriores, 2019 e 2020. Somente cinco em 2021. Quase foram extintos de vez. Por que? Um absurdo, a ideologia política! Sim, a alta direção dos Correios querendo acabar com eles, com receio de verem estampados nos selos postais motivos, entidades ou pessoas com ideologia política contrária ao atual governo. Pensem o que quiser sobre isso, eu não posso colocar aqui a minha opinião neste assunto. Quem gerencia a Filatelia nos Correios está lutando a duras penas para que continuem. Está sendo reformatado o modelo de venda. Houve uma tentativa de retorno, que durou pouco. Prometem que voltará, vamos aguardar.
Até a série por mim idealizada, “Os Grandes Nomes da Filatelia Brasileira”, aceita pelos Correios em 2020, foi paralisada. Justa homenagem para aqueles que construíram a história da nossa Filatelia, teremos que aguardar e torcer para que deixem retornar.
Cancelaram todos os contratos dos comerciantes filatélicos, que permitiam compra com desconto e, consequentemente, me permitia vender pelo valor facial (também matéria nesta edição). Estão analisando a implantação de um novo, mas vamos aguardar sentados. As coisas nos Correios não têm a agilidade necessária, muita burocracia envolvida.
A programação filatélica de 2021, também matéria nesta edição, achei fraquinha. Conforme comento na matéria, esperava mais dos 200 Anos da Independência.
Neste assunto, mais um comentário: quando as reuniões da Comissão Filatélica Nacional eram presenciais, participei de várias nos últimos anos daquele formato. Tinha a oportunidade de defender junto aos demais integrantes os motivos sugeridos de maior interesse filatélico. Agora são virtuais, continuo participando, mas somente votando. Não existe mais aquela oportunidade, nenhum contato com os demais membros votantes. Vários deles não têm o mínimo conhecimento filatélico.
Os encontros presenciais, que voltaram timidamente no segundo semestre de 2021, achei que iriam bombar este ano. Mas com as novas ondas da pandemia, não sei se acontecerão. Vários estão marcados, espero que aconteçam. Teremos também a Lubrapex, comemorativa dos 200 anos da Independência. No final do ano, espero que aconteça mesmo.
Mas não podemos perder o otimismo e deixar a peteca cair. Vivo (ou sobrevivo) do comércio filatélico há vinte anos. Vou dançando conforme a música, principalmente porque o principal fornecedor do meu negócio é a ECT. Vou driblando as crises e levando adiante.
Votos de um novo ano filatélico excelente para todos nós!

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

3º Leilão da Filatelia77

Nos dias 12 e 13 de janeiro (próximas quarta e quinta-feira) acontecerá o 3º Leilão da Filatelia77. Às 17:00h nos dois dias.
Tem muita coisa boa:
– O raro selo personalizado PB-129
– Série Indústria Conserveira (de Portugal), acondicionada em lata (de sardinha)
– Muitas séries e blocos da Alemanha e de vários países da América do Sul
– Grande quantidade de selos, séries e blocos de Portugal
– Várias coleções de cartões-postais
– Envelopes de 1º dia (FDCs e EPDs)
– Réplica em lingote de prata banhado a ouro do selo comemorativo C-4
E muito mais…
Estarão disponíveis 250 lotes em cada dia.
Não perca tempo! Se você não puder participar ao vivo, por ser dia de semana e horário vespertino/início da noite, faça seus lances antecipados…
Acessem o site clicando na imagem abaixo:

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Nova emissão Brasil: 100 Anos de Relações Diplomáticas Brasil – Estônia

No dia 10 de novembro passado os Correios lançaram, em emissão conjunta com a Estônia, o selo comemorativo “100 Anos de Relações Diplomáticas Brasil – Estônia”, na cidade de Brasília/DF.
Com valor facial de R$ 4,95, teve tiragem de 120.000 selos, disponibilizados em folhas de 12 unidades.
Os códigos previstos para o Catálogo RHM são:
– C-4024: selo comemorativo
– EPD-629: envelope de 1º dia (base envelope olho de boi)
Para mais informações, cliquem nas imagens e vejam o edital.

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Suplementos 2021 dos álbuns Classic

Já estão disponíveis na Loja os suplementos 2021 dos álbuns Classic, nas suas diferentes configurações.
Cliquem na imagem abaixo e vejam!!!

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Nova emissão Brasil: Série Mercosul – Insetos Benéficos

Em 3 de dezembro os Correios lançaram, em Teresina/PI, a emissão “Série Mercosul – Insetos Benéficos”, com seis selos comemorativos.
A tiragem total foi de 480.000 selos (80.000 de cada), disponibilizados em folhas de 24 unidades, com quatro séries em tira em diferentes posições. O valor facial de cada selo é R$ 1,80 (a série, R$ 10,80).
Os códigos previstos para a próxima edição do Catálogo RHM são:
– C-4025: Abelha
– C-4026: Libélula
– C-4027: Louva-a-deus
– C-4028: Rola-bosta
– C-4029: Microvespa
– C-4030: Joaninha
– EPD-630: envelope de 1º dia da série (base envelope olho de boi)
Para mais informações, vejam o edital clicando nas imagens abaixo.

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Coleções Álbuns Classic: pagamento em até 12 vezes sem juros

Foram muitos, muitos mesmo, os pedidos dos amigos colecionadores para que parcelássemos o pagamento das coleções dos álbuns Classic em 10 ou 12 vezes sem juros, haja vista os preços das mesmas.
Agora conseguimos negociar com a operadora taxas mais razoáveis e sacrificamos um pouco a nossa margem de lucro, podendo oferecer essa forma de pagamento: 2 a 12 vezes sem juros.
Esse parcelamento só é possível na compra das coleções completas, não vale para suplementos e capas avulsas.
Não é promoção, esse parcelamento será definitivo para as compras das coleções Classic completas.
Aproveitem!!!
Para quem ainda não conhece a família dos álbuns Classic:
O que eles têm em comum:
– as capas, com argolas, facilitam o manuseio da coleção e têm estojos protetores. São produzidas com papelão rígido e revestidas de percalux.
– os suplementos são impressos em folhas de alta qualidade, com gramatura 180.
– os selos têm impressos, além do título, o código RHM, facilitando a preparação de mancolistas. Também têm a data do lançamento, exceto os regulares.

Características de cada coleção (todas englobando o período 1843 a 2020):
Classic Plus:
A mais vendida atualmente. Tem configuração “enxuta”, somente um selo ou bloco de cada emissão.
Folhas com tamanhos maiores (28,0 x 34,4cm), possibilitando a fixação das séries em folhas inteiras, sem precisar destacar os selos.
530 folhas distribuídas em 6 capas pretas numeradas com gravação prateada.
Classic Master:
Para quem está acostumado com as coleções tradicionais, têm configuração completa: além dos blocos, os selos destacados dos mesmos. Idem para as séries emitidas em se-tenants, trípticos, quadras e sextilhas.
Também tem folhas adicionais para as emissões cujas folhas foram impressas com imagens ou vinhetas nas bordas (colecionismo opcional, folhas numeradas à parte – se retiradas não alteram a sequência).
Folhas com tamanhos maiores: 28,0 x 34,4 cm.
732 folhas distribuídas em 8 capas pretas numeradas com gravação dourada.
Classic:
Para quem prefere o tamanho tradicional dos álbuns de selos, as folhas medem 25,5 x 27cm.
Configuração “enxuta”, como o Classic Plus.
740 folhas distribuídas em 10 capas não numeradas, sem gravações.
Opção de quatro cores para as capas: azul, verde, vermelha ou preta (podendo, inclusive, optar por mais de uma cor para compor a coleção).
Pagamento em 12 vezes válido somente para a configuração de 4 furos (sistema de argolas).
Classic Plus Quadras:
Edição em folhas separadas para os selos comemorativos, regulares e personalizados.
Folhas com tamanhos maiores: 28,0 x 34cm.
703 folhas distribuídas em 8 capas pretas numeradas com gravação prateada (as mesmas do Classic Plus).

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Bloco Mackenzie

A comunidade filatélica está nervosa com o bloco 150 Anos do Instituto Presbiteriano Mackenzie. E não é para menos…
Aconteceu o seguinte: o Instituto Mackenzie, poucos dias antes do lançamento oficial, comprou dos Correios 10.000 unidades do bloco. Com uma tiragem de somente 15.000, os Correios não poderiam ter aceitado essa venda, de 2/3 do total, para uma única entidade, deixando os fiéis compradores filatelistas na mão – eu também não consegui comprar, pela primeira vez em 16 anos do nosso serviço de assinaturas, deixei de fornecer uma emissão aos assinantes.
Muitos amigos ficaram indignados com o Instituto Mackenzie, questionando porque compraram essa quantidade, sugeriram até que eles quiseram especular com o bloco. Nada disso, a entidade não tem culpa nenhuma. Quis comprar para oferecer aos seus professores, alunos e comunidade em geral. Os Correios é que não poderiam ter aceitado essa venda, sem reservar uma quantidade mínima para o comércio filatélico. E, já que aceitaram, deveriam ter providenciado imediatamente uma reimpressão, mas não aceitam essa hipótese.
Ainda restaram 5.000 para o comércio filatélico? Não! Em todas as emissões postais os Correios retém 2.300 unidades para preparação das coleções anuais e mais aproximadamente 300 para a chamada “cota da UPU”, quantidade que obrigatoriamente precisam enviar à União Postal Universal, que distribui aos países membros.
Resumo: só foram para o comércio 2.400 blocos!!!
Para vocês terem uma ideia do quanto isso é pouco, só a Filatelia77 adquiri aproximadamente 1.000 blocos de cada lançamento.
Não consegui comprar um único sequer depois do lançamento. Ainda não desisti. Tentaremos, como último recurso, oficializar ao Ministro das Comunicações um pedido de reimpressão de mais 10.000 unidades para atender a comunidade filatélica. Embora rara, a reimpressão de selos e blocos comemorativos não é ilegal e caberia nesta situação.
Vamos solicitar, via ABCF – Associação Brasileira dos Comerciantes Filatélicos, mas penso que também a FEBRAF – Federação Brasileira de Filatelia deveria fazer o mesmo.
Caso não tenhamos sucesso, fica aqui a sugestão que recebi de um amigo filatelista, que não é nada absurda: a FEBRAF deveria acionar a FIP – Federação Internacional de Filatelia, para que considere esta emissão abusiva. O que não podemos aceitar é ver este bloco ser vendido por até R$ 200,00.
Peço calma aos colecionadores, não paguem esses preços abusivos. Na pior das hipóteses, teremos no futuro as coleções anuais 2021, com este danado.


Categorias: Sem categoria | 6 Comentários

Novo visual da página principal do site Filatelia77

A página principal do nosso site está com novo visual.
As mensagens que ficavam no topo do site agora estão em banners, logo abaixo das novidades.
Imagens que facilitam a comunicação e o acesso a vários links…
Cliquem na imagem abaixo e vejam!

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Programação Filatélica 2022

Os Correios disponibilizaram a programação das emissões postais para este ano, que vocês poderão verificar clicando na imagem abaixo.
Confesso que esperava mais, principalmente das emissões alusivas aos 200 anos da Independência. Todos os países, quando comemoram essa data, capricham nos lançamentos postais.
As emissões da Lubrapex e da Copa do Mundo, praticamente obrigatórias, só entraram na cota do Ministro das Comunicações. Bom o ministro ainda pode incluir mais seis emissões, vamos aguardar…
Observo que essa programação é inicial, podendo ocorrer modificações no decorrer do ano.

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Selos por Países

No site antigo o link para os Selos por Países ficava escondido, no rodapé da página. Agora tem banner para acessar esta seção.
Reconheço que ainda temos poucos países disponíveis, mas estamos nos empenhando para melhorar. Em dezembro entraram Canadá, Ajman e Cuba. Terá muito mais a partir da próxima semana…
Cliquem no banner abaixo para acessar direto esta seção!

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Proibição do uso dos selos nas cartas registradas a partir de 1º de março: precisamos nos unir para impedir esse absurdo

De tempos em tempos algum burrocrata dos Correios vem com esse absurdo: a partir de 1º de março será proibido o uso dos selos postais para franqueamento de cartas registradas, sendo permitido somente para as correspondências simples.
Motivo risível: reduzir o trabalho dos atendentes para destacar e colar selos nas cartas, ou conferir os valores das que já chegam seladas. Diminuir o tempo de atendimento.
Até onde sabemos, esse tipo de restrição não encontra paralelo nas administrações postais mundo afora. Cabendo, inclusive, uma reclamação formal da nossa entidade maior (FEBRAF) junto à UPU – União Postal Universal.
Se vendem os selos, que é um comprovante de pagamento para ser usado nas correspondências, não podem restringir tanto assim o seu uso. Deveriam até liberar para sedex e encomendas pac, mas aí já é outra história.
Das vezes anteriores que tentaram fazer isso, as normativas foram derrubadas graças à pressão da comunidade filatélica junto à direção dos Correios. Dessa vez não é diferente. Precisamos nos unir e reclamar. Com a presidência dos Correios.
Convoco aqui as entidades filatélicas. FEBRAF (Federação Brasileira de Filatelia), ABRAJOF (Associação Brasileira dos Jornalistas Filatélicos) e todas as associações filatélicas do país a enviarem um ofício (por e-mail ou via postal) ao presidente dos Correios, registrando a indignação com tal normativa e pedindo o seu cancelamento.
Sugiro também que a FEBRAF acione a FIAF (Federação Interamericana de Filatelia) e a FIP (Federação Internacional de Filatelia), para que se manifestem à presidência dos Correios.
Comerciantes e colecionadores idem. Eu enviarei dois ofícios. Um em nome da ABCF (Associação Brasileira dos Comerciantes Filatélicos) e outro em nome da minha empresa (a Filatelia77 nos últimos anos tornou-se a maior compradora de selos postais da ECT, comemorativos e personalizados).
Os endereços para envio das reclamações:
– Postal:
ECT – Edifício Sede dos Correios
Gabinete da Presidência
Presidente Floriano Peixoto Vieira Neto
SBN, Quadra 01, Bloco A
20º andar
Brasília-DF
70002-900
– E-mail: presidencia@correios.com.br
É isso aí, pessoal, nas vezes anteriores derrubamos esse absurdo. Vamos conseguir novamente…

Categorias: Sem categoria | 3 Comentários

Álbum Classic Plus Quadras

Finalizamos a edição do mais recente álbum da família Classic: o Plus Quadras, impresso com as generosas dimensões das folhas Plus e Master (34,4 x 28cm).
Para este álbum optamos por editar os suplementos separados para as quadras dos selos comemorativos, regulares e personalizados.
Cliquem na imagem abaixo e vejam no site!

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Filatelia77 sem contrato com os Correios: reajuste nos preços das emissões dos anos recentes

Nos últimos anos vocês habituaram-se a adquirir conosco as emissões recentes do Brasil pelo valor facial. Conseguíamos esses preços graças a um contrato de revendedor filatélico mantido com os Correios, cuja comissão não era tão alta mas o suficiente para manter nossos custos operacionais.
Infelizmente, em dezembro os Correios cancelaram todos os contratos vigentes e desde então estamos comprando pelo valor facial, sem descontos.
Prometeram implantar um novo contrato, alegaram que estão analisando as condições para tal. Mas vocês sabem como funciona os nossos Correios. Sabe-se lá quando isso ocorrerá.
Por causa disso, à medida que repomos estoques de emissões recentes, lançamentos de 2015 a 2021, estamos reajustando os nossos preços de venda no site: valor facial acrescido de 30%. É uma margem mínima para manter nossos custos operacionais.
Os nossos assinantes não devem se preocupar. Mesmo que não consigamos um novo contrato tão já, manteremos para eles o valor facial, trocando seis por meia dúzia. Oferecemos o serviço de assinaturas desde 2005, contando hoje com 370 cadastrados. Já tivemos o mesmo problema de contrato cancelado no passado, alguns fechamentos com lucro zero (pequeno prejuízo, contando o nosso custo operacional), mas não deixamos de atender os assinantes.
Assim vamos caminhando: transparência nas informações a vocês, amigos/clientes que sempre nos prestigiaram. E não deixando a peteca cair, dar murros em ponta de faca é uma das nossas especialidades…

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Álbum de Selos do Brasil Classic Master

Desde quando adquirimos os direitos autorais do Álbum Classic, pensamos como resolver uma reclamação de muitos colecionadores: o fato de não caber no álbum as séries emitidas em folhas inteiras. Alguns exemplos: Futebol Arte e Oceanos (1998), Esportes Olímpicos/Turma da Mônica e 500 Anos do Descobrimento (2000), Personalizados com vinhetas com 12 selos diferentes na folha (vários anos) e a maior de todas, Nossos Selos Rio 2016 (2016). Além de muitas folhas com selos iguais, mas com vinhetas nas bordas: Automobilismo (2000), Campeões da Libertadores (2001), Heróis Nacionais (2008), Circuito das Frutas (2009), Estações Ferroviárias (2011) e Bonecas (2016).
Temos outras, citei algumas para vocês terem uma ideia…
Observo que o tamanho das folhas usadas no Classic (27 x 25,5cm), também no Álbum de Selos do Brasil (Marek), são as usadas pela maior parte dos álbuns de selos, aqui e no exterior. Mas nestas não cabem as folhas inteiras exemplificadas acima.
Pois bem, a ideia surgiu quando adquirimos para desmonte uma coleção dos Estados Unidos, em álbum editado pela Yvert, com dimensões maiores às normalmente usadas: por que não lançar um Álbum do Brasil também neste tamanho, onde caberiam as folhas inteiras?
A partir daí, começamos a planejar o Álbum de Selos do Brasil Classic Master, cujas principais características são:
– Dimensões das folhas: 34,4 x 28cm
– Papel: branco gramatura 180
– Capa: dura com estojo protetor, na cor preta, com gravação em dourado. Numeradas, por enquanto de 1 a 8 (uma capa para aproximadamente 90 folhas de suplementos)
– Furação: 4 furos, sistema de argolas
Para que possam comparar, segue uma tabela com as características dos álbuns Classic e Classic Master:

Características ………. Classic ………. Classic Master
Dimensões das folhas 27,0 x 25,5cm 34,4 x 28,0cm
Papel (branco) 180g 180g
Capa Dura com estojo protetor Dura com estojo protetor
Cores das capas Azul, Verde, Vermelha ou Preta
(somente preta para 2 furos)
Somente Preta
Gravação nas capas Não Sim
Furação 2 furos (parafusos) ou 4 furos (argolas) Somente 4 furos (argolas)
Capacidade aproximada
de cada capa
60 folhas 90 folhas
Configuração Enxuta: não entram selos destacados de blocos,
de séries em se-tenants, quadras, sextilhas, etc.
Completa: Semelhante ao Álbum de Selos do Brasil, entram os blocos e seus selos destacados, as séries em se-tenants, quadras ou sextilhas e seus selos destacados; mas não entram se-tenants invertidos.
Quadras ou sextilhas com posições diferentes dos selos só entram se foram impressas em várias posições pelos Correios
Séries em folhas entram os selos destacados e as folhas inteiras, podendo o colecionador optar pelo descarte de uma delas
Formato da Venda Coleção completa ou avulsa, adquirindo-se em
partes os suplementos e as capas
Coleção completa ou avulsa, adquirindo-se em
partes os suplementos e as capas
Preço das capas R$ 100,00 R$ 125,00
Preço dos suplementos R$ 2,50 cada folha R$ 3,00 a folha

Seguem abaixo algumas imagens do Classic Master. Clicando em qualquer uma vocês acessarão a seção na Loja…

 
 
 
 

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Bloco 150 anos do Chorinho: 3º lugar do prêmio NEXOFIL de melhor bloco do ano 2020

Pois é, o exagerado bloco 150 Anos do Chorinho ficou em 3º lugar de melhor bloco do ano 2020, na premiação NEXOFIL Awards 2021.
Vejam matéria na íntegra clicando na imagem abaixo…
Concordo que é um bloco muito bonito, dentro de uma temática que desperta grande interesse entre os filatelistas, mas na minha humilde opinião perde pontos por causa das suas dimensões exageradas, mal cabendo nas folhas dos álbuns ou classificadores.

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Álbum de Selos do Brasil Classic Plus

Eu sempre digo que para satisfazer as preferências de todos os filatelistas, teríamos que ter pelo menos umas dez versões diferentes do álbum de selos do Brasil. Impossível chegar a esse tanto, mas na medida do possível atendemos as demandas que nos passam e uma delas resultou no Classic Plus. Tem a configuração enxuta como o Classic, mas é editado nas folhas maiores, do mesmo tamanho do Classic Master: 28,0 x 34,4cm. Neste as séries emitidas em folhas vão inteiras e não com os selos destacados como no Classic.
Para citar alguns exemplos, os personalizados com vinhetas que têm doze diferentes nas folhas, as duas emissões em folha de 1998 (Oceanos e Futebol Arte), 500 Anos do Descobrimento e Turma da Mônica/Olimpíadas (ambas de 2000) e inclusive a maior de todas, Nossos Selos Rio 2016.
Assim como nos outros modelos da família Classic, o Plus, além do título de cada emissão tem a data de lançamento dos comemorativos, blocos e personalizados e o código RHM de todos os selos/blocos, facilitando a preparação de mancolistas.
As capas são semelhantes às do Classic Master, sistema de argolas com quatro furos e com numeração (por enquanto de 1 a 7), mas com gravação em prateado e o nome “Classic Plus”.
Depoimento que recebi de um cliente que adquiriu o Classic Plus recentemente:
“Fantástico
Extraordinário
Álbum absolutamente perfeito
Não tenho dúvida, de agora em diante somente o Classic Plus”
A coleção completa tem pouco mais de 500 folhas e seis capas (1 a 6).
A capa nº 7 que está em uma das imagens não acompanha a coleção. É para aqueles que desejam um volume a mais para colocar variedades e outras peças que não entram na edição normal do álbum.
Cliquem na imagem abaixo (primeira folha do suplemento 2016) e vejam na Loja!

cp2016
cp1001a
cp1001b

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Boletim Filatélico do Clube Filatélico Brusquense nº 40

Elogiar o excelente trabalho do amigo Jorge Paulo Krieger Filho, editor do boletim filatélico e presidente do Clube Filatélico Brusquense já virou rotina.
Este é o melhor boletim filatélico que temos atualmente, não desprezando o trabalho dos demais amigos de outras entidades filatélicas.
Para se deliciar com esse conteúdo filatélico da mais alta qualidade basta clicar na imagem abaixo.
Recomendo muito!!!

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Nova logomarca da Filatelia77

Por dezoito anos a Filatelia77 usou a mesma logomarca.
Em 2021 tivemos uma especial comemorativa aos nossos 20 anos.
Agora iniciamos 2022 com uma nova, que estará nos sites, informativo e selos personalizados.
Esperamos que gostem!

Sai a antiga…
Entra a nova
Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Encerramento das vendas pelos Correios dos selos personalizados lançados em 2019

No dia 30 de dezembro os Correios encerraram as vendas dos selos personalizados lançados em 2019, do PB-105 (Catedral Primacial do Brasil, Fachada, gomado) ao PB-145 (100 Anos do Complexo Pequeno Príncipe, autoadesivo).
Agora estão disponíveis na ECT somente a partir do PB-146 (II Encontro de Uberlândia, prisma gomado).
Ainda estão regulamentando o período que cada selo personalizado ficará disponível para venda. Qualquer novidade, divulgarei aqui.

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Assinatura de Selos do Brasil – Lançamentos pelo valor facial

Início de ano é o melhor período para registrar uma assinatura nova!
Desde 2005 oferecemos aos nossos clientes a Assinatura de Selos do Brasil, que consiste no fornecimento dos selos e peças filatélicas mediante cadastro prévio dos itens que interessam para as suas coleções.
Nada é pago antecipadamente: nós reservamos os selos e/ou peças filatélicas a cada lançamento e trimestralmente efetuamos um fechamento para remessa. Nos fechamentos, enviamos a planilha dos produtos que estão reservados e aí, sim, é efetuado o pagamento, com a remessa em seguida das peças.
Vejam as principais características e vantagens desse serviço, já utilizado por 370 dos nossos clientes:
• Tranquilidade em garantir a aquisição de todas as peças para a sua coleção, não perdendo nenhum lançamento
• Pagamento e envio das remessas trimestralmente, não acumulando as peças do ano todo para o início do seguinte (geralmente início de ano é época de muitos outros compromissos financeiros)
• Todas as peças pelo valor facial, ou seja, pelo mesmo preço que pagaria nas agências dos Correios (exceto editais com selos e carimbos de lançamento e EPDs)
• Possibilidade de enviar pedidos complementares, que serão reservados e enviados junto às remessas trimestrais, economizando despesas de remessa
• Descontos especiais na compra dos Protetores Maximaphil, exclusivos para os nossos assinantes
• Vejam os detalhes acessando a página explicativa da assinatura (é só clicar na imagem abaixo) e qualquer dúvida basta entrar em contato.
• Como registrar a assinatura: depois de ler a página explicativa, enviar e-mail para juliofilatelia77@gmail.com, informando quais e quantas peças quer de cada emissão.
Em tempos de pandemia/isolamento, a assinatura é a melhor opção para ficar sempre atualizado nas aquisições dos novos lançamentos.
Ainda conseguimos fornecer quase todas emissões de 2016 a 2021 também pelo valor facial…

Assinem!!!

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.