Nova emissão Brasil: Personalizado Os Grandes Nomes da Filatelia Brasileira – Rolf Harald Meyer

Dando início à série Os Grandes Nomes da Filatelia Brasileira, os Correios lançarão neste sábado 1º de agosto o selo em homenagem a Rolf Harald Meyer, somente na versão gomada.
Impressos e disponibilizados em folhas de 12 unidades, tem valor facial de 1º Porte Carta Comercial, mas são vendidos seguindo tabela de preços dos Correios para os selos personalizados.
O código previsto para o Catálogo RHM é:
– PB-164: selo personalizado gomado

ROLF HARALD MEYER
(*22/05/1927 – +23/11/2014)
Nasceu em Hamburgo, Alemanha em 1927, depois que seu pai tentara a vida no Brasil em 1924. A revolução daquele ano fez a família voltar para a Alemanha, já com duas meninas nascidas no Brasil.
O retorno da família em 1932 coincidiu com outra revolução, a constitucionalista de 1932, o que não impediu que dessa vez ficassem em definitivo por aqui.
Desde jovem Rolf já trabalhava na fábrica de geradores do seu pai e nas horas de folga colecionava e trocava selos.
Aos 15 anos de idade já era um comerciante, idade em que decidiu sair de casa para viver exclusivamente do comércio filatélico. Sua loja era o saguão do edifício dos Correios e seu estoque ficava em uma mala preta.
Com o Brasil entrando na segunda grande guerra mundial as coisas ficaram muito difíceis para os alemães que viviam por aqui. O sonho de participar de uma Olimpíada como nadador foi embora. As casas foram invadidas, os livros e alguns pertences foram levados. Ficaram os selos.
Em 1948, Rolf conseguiu abrir a empresa RHM e alugou, juntamente com Adalberto Marcus, uma pequena sala na Rua Barão de Itapetininga (São Paulo). Em 1952 retornou à sua cidade natal, em meio a uma viagem a Helsinque para acompanhar os jogos Olímpicos daquele ano. Entusiasta por esportes, ele sempre nos contava com alegria sobre ter visto Adhemar Ferreira da Silva conquistar a medalha de ouro, quebrando o recorde mundial no salto triplo.
Em Hamburgo conheceu Liese Lotte Meyer. Ficaram noivos e se casaram logo depois, união que durou até o fim de sua vida.
Aqui chegaram em 1953.
Rolf acabou adquirindo o Catálogo de Selos do Brasil junto ao Dr. Francisco Schiffer em 1976, obra que ele editaria por muitas décadas. Sempre muito apegado aos selos, lamentava profundamente ter que vendê-los.
Dedicou sua vida à filatelia, deixando uma vasta contribuição. É por isso que ele é homenageado como um grande nome da Filatelia Brasileira.
Peter Meyer

Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: